Última hora

Última hora

Filipinas: Encontrado cadáver de refém alemão decapitado

Militares descobriram o cadáver do septuagenário alemão em Joló, uma ilha isolada do arquipélago de Sulu, cerca de 960 quilómetros a sul de Manila.

Em leitura:

Filipinas: Encontrado cadáver de refém alemão decapitado

Tamanho do texto Aa Aa

Já foram encontrados os restos mortais do refém alemão decapitado pelo grupo terrorista Abu Sayyaf nas Filipinas.

Militares descobriram o cadáver do septuagenário alemão em Joló, uma ilha isolada do arquipélago de Sulu, cerca de 960 quilómetros a sul de Manila.

Juergen Kantner, de 70 anos, foi morto na semana passada, depois de ter expirado o prazo dado pelo Abu Sayyaf ao governo alemão para pagar um resgate de cerca de 565 mil euros.

O velejador alemão tinha sido sequestrado, no mar, entre o sudoeste das Filipinas e o noroeste da Malásia. No dia 7 de novembro do ano passado, o exército das Filipinas anunciou ter encontrado o veleiro do septuagenário, à deriva. O corpo da mulher de Kantner, Sabine Merz, foi descoberto no interior, com ferimentos de bala.

O casal já tinha sido raptado, em 2008, por piratas somalis, no golfo de Áden.