Última hora

Em leitura:

Adeptos do Arsenal exigem saída de Wenger


Desporto

Adeptos do Arsenal exigem saída de Wenger

Nunca o Arsenal tinha sofrido dez golos numa eliminatória europeia. A equipa inglesa foi humilhada pelo Bayern de Munique, que repetiu em Londres o 5-1 da primeira mão, e a paciência dos adeptos para Arsène Wenger parece ter finalmente chegado ao fim.

As ações de protesto tiveram início antes mesmo do pontapé de saída, com um grupo de adeptos a exigir o fim de um reinado que teve início em 1996 e que há muito não é coroado com títulos.

No entanto para o técnico francês, que termina contrato no final da temporada, o responsável da pesada derrota foi o árbitro do encontro e não há necessidade de mudança:

“O que precisa de mudar neste clube? O que quer dizer com isso? Penso que este clube está em grande forma mas atravessa de momento uma situação difícil. O que precisa de mudar é o resultado do próximo jogo.”

O Arsenal é atualmente quinto classificado da Premier League, a 16 pontos do líder Chelsea, e na Liga dos Campeões ficou pelo caminho nos oitavos-de-final pelo sétimo ano consecutivo. Wenger é cada vez menos intocável para os adeptos e a não ser que os resultados mudem radicalmente, as ações de protesto dos adeptos deverão multiplicar-se até ao verão.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Desporto

Liga dos Campeões: Real puxa dos galões em Nápoles, Arsenal novamente humilhado