Última hora

Em leitura:

Paul e Geert Wilders: Irmãos, mas pouco


Holanda

Paul e Geert Wilders: Irmãos, mas pouco

Paul Wilders é o irmão mais velho de Geert Wilders, o líder do partido da extrema-direita da Holanda. Mais velho e também mais moderado politicamente. Os irmãos estão de relações cortadas. Geert vive com a mulher sob segurança permanente, mas Paul recusa essa solução de vida, ainda que tenha sido ameaçado inúmeras vezes.

James Franey, Euronews: “Paul Wilders, o senhor é o irmão mais velho de Geert Wilders. Obrigada por estar conosco. Primeiro, se me permite, poderia dizer-nos como era o seu irmão como pessoa, quando era jovem?

Paul Wilders: “Ele era um pouco mimado. Viveu como a maioria dos rapazes até aos 18 anos, altura em que partiu para Israel. Depois, quando voltou, foi trabalhar no serviço social e percebeu que havia muita burocracia e, a partir daí, decidiu que queria marcar a diferença”.

E: “E quando é que ele começou a expressar estes pontos de vista sobre o Islão? Quando é que ocorreu essa mudança?

P.W: “Ele percebeu que havia uma lacuna politicamente. Era um feroz opositor da Turquia e aproveitou a oportunidade dessa lacuna política com imenso sucesso. Foi a pessoa na Holanda que emergiu da forma mais extrema, com ideias e soluções para os problemas que as pessoas sentem”.

E:“Qual é o preço que vocês todos estão a pagar por terem o nome que têm neste país?

P.W: “A minha família tem sido ameaçada. Eu tenho sido ameaçado. A minha vida esteve algumas vezes em jogo. Tenho recebido intimidações. Recebo telefonemas a toda a hora e não são agradáveis. Para mim tem um enorme impacto”.

E: “Quando foi a última vez que o senhor e a sua família viram o seu irmão e o que é que fizeram?

P.W: “A última vez foi no aniversário da minha mãe. Foi a última vez. Desde que eu falei contra ele em dezembro, nunca mais me falou. Conhecendo-o como conheço, sabia que isso podia acontecer. Eu sempre esperei, sinceramente, que ele não chegasse a este ponto. Claro que não estou feliz com isto, mas não me compete decidir por ele”.

E: “Acha que a popularidade do seu irmão vai continuar ou vai desaparecer?

P.W: “A maioria das coisas que ele propõe são tão extremas que as leis terão que ser mudadas e isso vai levar anos na Holanda. Por isso, ele vai frustrar as espetativas dos seus eleitores e ele não vai assumir isso. Penso que, qualquer que seja o resultado da eleição, ele vai optar pelo caminho mais fácil: culpar os outros”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Espanha

Noite branca em Barcelona depois de reviravolta histórica na Liga dos Campeões