Última hora

Uma equipa de arqueólogos alemães e egípcios descobriu partes de duas estátuas na cidade do Cairo, no Egito. Uma das estátuas presume-se que possa ser do faraó Ramsés II e está já a ser assumida pelo Ministério egípcio das Antiguidades como “uma das (suas) mais importantes descobertas arqueológicas.”

As partes estavam enterradas no distrito de Matariya, numa área conhecida como a Grande Cairo. A descoberta surgiu na sequência de escavações iniciadas em 2012 no local.

Em nenhuma das peças já desenterradas existem inscrições que relacionem as estátuas a Ramsés II, mas o facto de estar próxima da entrada de um templo dedicada ao também conhecido como “O Grande Ancestral” leva o ministro egípcio a concluir tratar-se quase de certeza do faraó também conhecido como Ozymandias.

Ramsés II dominou o Egito durante 66 anos, entre 1279 e 1213 antes de Cristo, como parte da 19.a Dinastia do Antigo Egito.

Mais vídeos No Comment

no comment

Não ao 'Brexit' imposto pelo Governo

Um grupo de pessoas manifestou-se em frente ao Parlamento britânico, minutos antes da primeira-ministra, Theresa May ter acionado o artigo 50 do Tratado de Lisboa, iniciando o processo de saída do Rei