Última hora

Em leitura:

Erdogan pede sanções internacionais contra a Holanda


Turquia

Erdogan pede sanções internacionais contra a Holanda

O primeiro-ministro da Turquia apelou às organizações internacionais para imporem sanções contra Haia. Em Istambul, Erdogan alertou que a Holanda vai pagar um preço por ter impedido os ministros de visitarem o país.

“Se sacrificam as relações turco holandesas por causa das eleições que se vão realizar na quarta-feira, vão pagar o preço”, declarou o presidente turco, que fez uma referência indireta a Geert Wilders, líder das sondagens das eleições holandesas. “Não preciso referir o nome dele. Há um racista. Vejam isto, a Europa está mudar para o racismo”,declarou.

O primeiro-ministro holandês atirou as culpas para os turcos, referindo que não respeitaram uma decisão de Haia.

“Estamos numa situação errada com a Turquia. Pedimos ao ministro para não vir por causa das tensões em Roterdão e porque não nos sentimos confortáveis com a visita de um ministro turco ao povo holandês para falar sobre um referendo… e mesmo assim eles vieram”, explicou Mark Rutte.

Na Holanda existem cerca de 450 mil eleitores turcos. O partido de Erdogan tenta cortejar a diáspora na Europa para conseguir a autorização do eleitorado turco a fim de conceder poderes executivos ao presidente no referendo de abril.

Coreia do Sul: Park Geun-hye abandona Palácio Presidencial em desgraça

Coreia do Sul

Coreia do Sul: Park Geun-hye abandona Palácio Presidencial em desgraça