Última hora

Em leitura:

Guatemaltecos exigem renúncia de presidente Jimmy Morales


Guatemala

Guatemaltecos exigem renúncia de presidente Jimmy Morales

Com EFE e Prensa Libre

Dezenas de pessoas pediram que o presidente da Guatemala, Jimmy Morales, abdicasse do cargo, por responsabilidade na morte de 38 jovens no incêndio do albergue para menores em San José Pinula, região da Cidade da Guatemala.

Vários estudantes da Universidade de São Carlos (USAC) pediram “penas de prisão” para os responsáveis pela morte das menores.

Amilcar, um dos estudantes que participou nos protestos, disse à agência EFE que apenas pediam justiça:

“Mais que nada, pedimos justiça para estas meninas que nem sequer tiveram um momento de paz, de tranquilidade nesse inadequadamente chamado lar seguro, que era mais bem um campo de concentração”, disse o estudante.

O estudante disse que as mortes registadas no albergue Hogar Seguro Virgen de la Asunción era da inteira “responsabilidade das autoridades.”

Alguns manifestantes transportavam bandeiras pretas em sinal de luto pelas vítimas.

Segundo o jornal guatemalteco Prensa Libre, os manifestantes deixaram mensagens com críticas às instituições do país, como a Produradoria-Geral da Nação ou a Secretaría de Bem-estar Social.


O presidente da Guatemala, Jimmy Morales, assumiu responsabilidade pelo ocorrido.

Morales explicou ainda que as investigações para apurar responsabilidades deverão fornecer mais informações sobre o que aconteceu e que “é necessário esperar.”

Foram registadas mais concentações em memória das vítimas um pouco por toda a Guatemala.