Última hora

Em leitura:

Jordânia: Soldado que matou 7 estudantes israelitas foi libertado


mundo

Jordânia: Soldado que matou 7 estudantes israelitas foi libertado

Um soldado jordano que, em 1997, matou sete estudantes israelitas foi libertado este domingo após cumprir uma pena de 20 anos de prisão.

Ahmed Daqamseh foi recebido como um herói, por amigos e familiares, quando regressou à sua aldeia natal.

Em março de 1997, na altura com 26 anos, Daqamseh disparou indiscriminadamente contra um grupo de estudantes israelitas que participavam numa excursão escolar à fronteira entre Israel e a Jordânia. Sete estudantes morreram e cinco ficaram feridas.

Cinco meses depois, o soldado foi condenado por um tribunal militar jordano a prisão perpétua que, segundo a lei da Jordânia, equivale a uma pena de 20 anos de cárcere.

Em Israel, os pais das vítimas protestaram contra a libertação do jordano e acusaram o Governo de Telavive de não ter feito nada para impedi-la.

Com: AFP; EFE