Última hora

Em leitura:

Ministra turca da Família acusa Holanda de 'tratamento inumano'


Holanda

Ministra turca da Família acusa Holanda de 'tratamento inumano'

Impedida de entrar no consulado da Turquia em Roterdão e depois enviada sob escolta de regresso à Alemanha.

Aconteceu no sábado à noite à ministra turca da Família e Assuntos sociais num novo incidente que mergulhou Haia e Ancara numa grave crise diplomática.

Horas antes, as autoridades holandesas tinham impedido o chefe da diplomacia turca de viajar ao país para fazer propaganda a favor do presidente Erdogan no referendo para o dotar de poderes executivos. A ministra foi carro.

Fatma Betül Sayan afirma que foram ‘tratados de uma forma inumana. Na Holanda, a Holanda, porta voz da liberdade e um país democrático, tivemos uma noite amarga. O nosso vice-embaixador foi detido. Cinco pessoas, assessores e seguranças meus, também foram detidos”,explica.

As autoridades depois dispersaram uma multidão de turcos em protesto contra a decisão holandesa. A polícia usou canhões de água e cães em resposta a pessoas que, alegadamente, arremessavam garrafas e pedras.

Holanda

Turquia encerra embaixada e promete mais consequências à Holanda