Última hora

Em leitura:

Justiça russa julga jogador de "Pokemon" por "incitação ao ódio"


Rússia

Justiça russa julga jogador de "Pokemon" por "incitação ao ódio"

A justiça russa começou a julgar esta segunda-feira um internauta por “incitação ao ódio”, por jogar com o telemóvel num recinto religioso em Yekaterinburg.

Ruslan Skolovsky, de 22 anos, tinha sido detido em setembro do ano passado depois de ter publicado um vídeo no qual intearagia com o popular jogo “Pokemon Go”, no interior de uma igreja ortodoxa.

O jovem, que se declarou inocente na primeira audiência, incorre numa pena de até 7 anos e meio de prisão, à luz de uma lei de 2013 que considera como um crime, “todos os insultos às convicções ou sentimentos religiosos”.

A legislação tinha sido criada após a célebre “atuação” do grupo “Pussy Riot” na catedral de Moscovo em 2012.

Festival de Salónica premeia documentário sobre "sonho chinês"

Grécia

Festival de Salónica premeia documentário sobre "sonho chinês"