Última hora

Última hora

Tribunal Europeu de Justiça afirma que empresas podem proibir funcionárias de usarem o véu islâmico

Empresas podem proibir funcionários de envergarem vestuário com símbolos religiosos visíveis.

Em leitura:

Tribunal Europeu de Justiça afirma que empresas podem proibir funcionárias de usarem o véu islâmico

Tamanho do texto Aa Aa

Empresas podem proibir funcionários de envergarem vestuário com símbolos religiosos visíveis.

O Tribunal Europeu de Justiça emitiu esta terça-feira a primeira decisão relativamente à controversa questão do véu islâmico no local de trabalho.

O órgão máximo da justiça na Europa decidiu que não existe discriminação nos casos em que as regras internas de uma empresa determinem a proibição de utilização do véu islâmico.

A decisão do Tribunal Europeu de Justiça sublinha que esta decisão vai além dos símbolos religiosos incluindo ainda símbolos políticos e filosóficos.

A decisão remonta aos casos de duas mulheres islâmicas que alegaram discriminação no trabalho depois de terem sido despedidas por usarem o véu islâmico.