Última hora

Em leitura:

Contas do Twitter de várias organizações pirateadas por alegados partidários de Erdogan


Turquia

Contas do Twitter de várias organizações pirateadas por alegados partidários de Erdogan

A rede social Twitter foi atacada por hackers.
Várias contas foram invadidas, alegadamente, por partidários do presidente turco, Recep Tayyip Erdogan.

As contas da Amnistia Internacional e da Unicef estão entre as vítimas. A mensagem publicada demonstra hostilidade relativamente aos Países Baixos e à Alemanha e um franco apoio ao presidente turco.

Os atacantes também piratearam contas de outras marcas, personalidades, meios de comunicação e até mesmo de universidades.

As mensagens publicadas incluem a frase: “Encontramo-nos a 16 de abril” – a data do referendo na Turquia que pretende dar mais poderes ao Presidente e um vídeo com um discurso Erdogan, no qual diz: “se morrermos, morreremos como homens”.

Este ataque digital acontece depois da Alemanha ter cancelado alguns comícios no país e dos Países Baixos terem barrado a entrada a ministros turcos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Holanda

Holanda: legislativas testam hoje sentimentos nacionalistas e anti-imigração