Última hora

Cidadãos dos Países Baixos satisfeitos e curiosos com os resultados das eleições

Os cidadãos dos Países Baixos parecem satisfeitos com os resultados das eleições que conseguiram conter as forças populistas em ascenção no país e também na Europa:“espero que agora a situação fique m

Em leitura:

Cidadãos dos Países Baixos satisfeitos e curiosos com os resultados das eleições

Tamanho do texto Aa Aa

Os cidadãos dos Países Baixos parecem satisfeitos com os resultados das eleições que conseguiram conter as forças populistas em ascenção no país e também na Europa:“espero que agora a situação fique mais calma e que os partidos de extrema direita como o de Wilders recuem – algo que será um bom sinal para França e para a Alemanha”, diz Fred Klaver.

Muitos estão aliviados coma derrota de Geert Wilders, outros acreditam que recebeu apoio demais: “os resultados são um pouco dececionantes. Por causa do Partido para a Liberdade de Geert Wilders. Eu voto à esquerda e ainda assim o PVV teve imensos votos. É uma deceção.”

Também reina a curiosidade em torno do novo executivo: “estou contente pela vitória do partido VVD e estou muito curioso sobre a coligação que vão formar.”

Um processo de coligação e de negociações que, provavelmente, não será assim tão rápido e simples, como explica o enviado especial da euronews, James Franey: “o primeiro-ministro Mark Rutte provavelmente vai encarar os democratas de centro-direita e para o partido pró-UE D66 como possíveis parceiros de coligação, porque descartou a possibilidade de trabalhar com Wilders. Estará ainda longe da maioria e é provável que necessite xo apoio de um quarto partido. As conversações podem estender-se durante semanas ou mesmo meses. Em média, são necessários 74 dias para formar uma coligação aqui. O processo de formação do próximo governo holandês está apenas a começar.”