Última hora

Em leitura:

Taxistas espanhóis em greve contra Uber e Cabify


Espanha

Taxistas espanhóis em greve contra Uber e Cabify

Os taxistas espanhóis voltaram à carga contra as plataformas de aluguer de veículos com condutor, com uma paralisação de duas horas em Madrid e uma greve de 12 horas em Barcelona, esta quinta-feira.

Na capital, o protesto decorreu sem incidentes, entre as 11h e as 13h, com uma manifestação no centro da cidade.

Em Barcelona, a greve decorre entre as 8h00 e as 20h00.

Os taxistas queixam-se, uma vez mais, de concorrência desleal por parte das multinacionais Uber e Cabify.

Em Madrid, uma condutora de táxi explica:

“Nós não temos medo da concorrência. O que não queremos é que estas pessoas que não respeitam a legislação estejam a tentar competir connosco, como fizeram com a UberPOP, uma aplicação que propõe veículos privados sem uma licença adequada”.

Os taxistas exigem o respeito pela atual lei que prevê a criação de uma licença de veículo com condutor por cada 30 táxis e a anulação de cerca de 3.000 autorizações denunciadas pelos sindicatos nos tribunais.

Mark Rutte ganha eleições holandesas com a extrema-direita de Geert Wilders em segundo

Holanda

Mark Rutte ganha eleições holandesas com a extrema-direita de Geert Wilders em segundo