Última hora

Última hora

Turquia diz que eleição do novo PM holandês não muda nada nas relações com Ancara

A Turquia já reagiu à vitória do partido do primeiro-ministro Mark Rutte nas eleições legislativas holandesas.

Em leitura:

Turquia diz que eleição do novo PM holandês não muda nada nas relações com Ancara

Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia já reagiu à vitória do partido do primeiro-ministro Mark Rutte nas eleições legislativas holandesas.

Point of view

Não há diferença entre os sociais democratas e os fascistas

Mevlut Cavusoglu Ministro dos Negócios Estrangeiros da Turquia

De recordar que a Turquia e a Holanda atravessam uma crise diplomática depois de vários altos funcionários turcos terem visto a sua entrada no país recusada no último fim de semana.

O chefe da diplomacia turca Mevlut Cavusoglu foi um dos dirigentes envolvidos na polémica. Ele reagiu assim à vitória de Mark Rutte.

“Não há diferença entre os sociais democratas e os fascistas. É a mesma mentalidade. Para onde estão a levar a Europa? É o começo do fim. Estão a levar a Europa até ao precipício. Em breve veremos guerras religiosas na Europa. É isso que esta tendência mostra”, disse Mevlut Cavusoglu.

Os representantes de Ancara pretendiam dirigir-se à comunidade turca residente na Holanda no âmbito do referendo constitucional turco previsto para meados de abril.

Nas ruas o diferendo está a causar tensões.

“O primeiro-ministro holandês não deixou o nosso ministro entrar no país. Essa mentalidade racista vai continuar e isso não é bom. A vitória do primeiro-ministro holandês significa que a mesma atitude vai perdurar e isso vai sempre criar tensões”, disse Bekir Bekis, um habitante de Istambul.

Na segunda-feira, a Turquia suspendeu relações diplomáticas com a Holanda na sequência dos acontecimentos do fim de semana. As representações diplomáticas da Holanda Na Turquia continuam debaixo de fortes medidas de segurança.