Última hora

Em leitura:

ETA anuncia desarmamento total até 8 de abril


Espanha

ETA anuncia desarmamento total até 8 de abril

O grupo separatista basco ETA anunciou esta sexta-feira que vai concluir o seu desarmamento de forma unilateral até dia 8 de abril.

Segundo o jornal francês Le Monde, intermediários civis comunicaram à justiça francesa, em nome da ETA, a localização do arsenal militar dos separatistas bascos, a maior parte do qual está em território francês.

O chefe do governo basco, Iñigo Urkullu, acolheu com entusiasmo a notícia, enquanto o governo espanhol foi mais reservado:

“O governo basco dá credibilidade a esta possibilidade de desarmamento definitivo a curto prazo e, na medida das suas possibilidades, tem contribuindo para impulsionar este processo”, comentou Urkullu.

“Estamos a falar de uma organização terrorista, veremos o que fazem e agiremos em conformidade. A mensagem do governo não mudou desde 2011: a única possibilidade que têm é entregarem as armas e dissolverem a organização”, disse o porta-voz do executivo espanhol, Íñigo Méndez de Vigo.

Durante as quatro décadas de combate violento pela independência do País Basco, uma região que inclui uma parte do norte de Espanha e outra do sudoeste de França, a ETA foi responsável pela morte de 829 pessoas.

Em abril de 1995 a organização tentou matar o dirigente do Partido Popular, José María Aznar, com um carro armadilhado com 40 quilos de explosivos.

O assassínio em julho de 1997 do político basco do Partido Popular Miguel Ángel Blanco provocou manifestações de indignação.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Japão

Tribunal japonês condena Estado por negligência no acidente nuclear de Fukushima