Última hora

Em leitura:

Peru prepara reconstrução por entre cheias mortíferas


Perú

Peru prepara reconstrução por entre cheias mortíferas

As chuvas torrenciais que assolam várias regiões do Peru vão continuar a ameaçar o país até Abril, segundo os serviços meteorológicos nacionais.

Pelo menos 11 das 25 regiões do país encontram-se em estado de emergência climática, depois das cheias e deslizes de terras terem provocado pelo menos 65 mortos e mais de 60 mil deslocados.

Alerta para novas cheias em Lima

Em Lima, as autoridades locais emitiram um alerta para a possibilidade do rio Rímac poder voltar a galgar as margens nas próximas 48 horas.

A subida das águas inundou vários acessos à capital, destruíndo parte de uma linha de caminho de ferro na zona leste de Lima, onde a intempérie tinha já causado dois mortos e quase 3 mil desalojados.

710 milhões para reconstrução

O presidente peruano, Pedro Pablo Kuczynski anunciou mais ajuda de emergência para as zonas afetadas, quando afirma estar pronto a desbloquear mais de 710 milhões de euros para reconstruir as zonas sinistradas.

O mau tempo propagado pelo fenómeno El Niño – o aumento da temperatura das águas do mar – provocou já mais de 170 feridos, destruíndo quase 8 mil casas e pelo menos 19 escolas em todo o país.

O “milagre” de Angelina

As autoridades afirmam que 11 pessoas permanecem desaparecidas após terem sido arrastadas por enxurradas e torrentes de lama.

Uma sobrevivente emocionou, no entanto, o país ao tornar-se um símbolo de resistência. No início da semana, Angelina Chamorro conseguia salvar-se depois de ser arrastada por uma enxurrada em Punta Hermosa, ao sul de Lima.

As imagens impressionantes do salvamento tornaram-se um vídeo viral no país, quando Angelina se encontra a recuperar no hospital.