Última hora

Em leitura:

Coreia do Norte desafia sanções americanas


Coreia do Norte

Coreia do Norte desafia sanções americanas

A Coreia do Norte não tem nada a temer sobre qualquer medida norte-americana de ampliação de sanções que procurem cortar o país do sistema financeiro global e está disposta a acelerar os seus programas nucleares e de mísseis, disse à Reuters esta terça-feira o vice-embaixador da missão norte-coreana à ONU em Genebra, Choe Myong Nam.

Segundo o diplomata norte-coreano, isto inclui o desenvolvimento de “capacidades preventivas de primeiro ataque” e um míssil balístico intercontinental.

Choe Myong Nam comentou a intenção de Washington de equacionar medidas radicais para conter a ameaça nuclear e de mísseis de Pyongyang.

Esta terça-feira, o porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, referiu uma “grave e crescente” ameaça norte-coreana.

“Sobre a Coreia do Norte, eis o que me chegou do Conselho de Segurança Nacional: ‘Os Estados Unidos, em coordenação com nossos aliados, estão a explorar uma nova série de medidas diplomáticas, de segurança e económicas, em resposta à grave e crescente ameaça dos programas nucleares e de mísseis balísticos da Coreia do Norte’”, disse Spicer.

A Coreia do Norte duplicou nos últimos anos o tamanho das suas instalações de enriquecimento de urânio, informou na segunda-feira Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA).
O diretor-geral da agência, Yukiya Amano, considerou pouco provável uma solução diplomática com Pyongyang.

A Coreia do Norte rejeita afirmações de Washington e Seul de que os exercícios militares conjuntos realizados anualmente na península são de caráter defensivo.

O vice-embaixador da missão norte-coreana à ONU em Genebra lembra que estes exercícios envolvem bombardeiros nucleares estratégicos e um submarino nuclear Columbus que recentemente entrou em portos sul-coreanos. Para Choe Myong Nam, “À luz de tais grandes forças militares envolvidas nos exercícios militares conjuntos, não temos outra escolha a não ser continuar com nossa total aceleração dos programas nucleares e programas de mísseis.”

O líder norte coreano, Kim Jong-un, supervisionou no sábado um teste em terra de um motor para mísseis. No dia 6 de março o exército norte coreano disparou quatro mísseis de alcance médio em água japonesas.

França: Investigado por suspeita de criação de empregos fictícios para as filhas, ministro do interior demite-se

França

França: Investigado por suspeita de criação de empregos fictícios para as filhas, ministro do interior demite-se