Última hora

Em leitura:

Westminster: Polícia britânica fez oito detenções


Reino Unido

Westminster: Polícia britânica fez oito detenções

A polícia britânica efectuou oito detenções na sequência do atentado em Londres que fez três vítimas mortais. Contrariamente às notícias avançadas até esta manhã, que davam conta de quatro vítimas mortais, além do terrorista abatido pela polícia, a Scotland Yard reviu em baixa o balanço mortal da tragédia. Sete pessoas permanecem no entanto em estado crítico. 29 pessoas receberam tratamento hospitalar.

“Centenas de detetives trabalharam durante a noite e nesse período posso confirmar que efetuaram buscas em seis endereços e fizeram sete detenções. As investigações em Birmingham, Londres e noutros locais do país vão continuar. Continuamos a acreditar que este atacante atuou sozinho e foi inspirado pelo terrorismo internacional. Explicitamente, de momento não temos informação específica sobre mais ameaças” – explicou responsável pelo contraterrorismo da Scotland Yard, Mark Rowley.

Ao fim da manhã a polícia anunciou a detenção de um oitavo suspeito.

De acordo com a imprensa britânica, o carro utilizado no ataque foi alugado em Birmingham. O segundo centro urbano de Inglaterra é um viveiro do Islão radical. Um dos autores dos atentados de Bruxelas, há um ano, e suspeito de ligação aos ataques em Paris em novembro de 2015, esteve em Birmigham no verão anterior aos atos terroristas.

Há ainda 29 pessoas hospitalizadas.O balanço das vítimas pode aumentar nas próximas horas ou dias, já que algumas das vítimas foram consideradas em estado muito grave.

Entre os feridos há cidadãos de 10 nacionalidades: 12 britânicos, 3 franceses, 2 romenos, 4 sul-coreanos, um alemão, um chinês, um irlandês, um italiano, um americano e dois gregos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Reino Unido

Ataque em Londres à luz dos meios de comunicação britânicos