Última hora

Em leitura:

Atentado de Londres atingiu cidadãos de mais de 10 países incluindo Portugal


Reino Unido

Atentado de Londres atingiu cidadãos de mais de 10 países incluindo Portugal

Londres parou esta quinta-feira de manhã para homenagear as vítimas do atentado terrorista da véspera junto ao Parlamento, no coração da capital do Reino Unido.

No Palácio de Westminster e à porta da Scotland Yard foi respeitado um minuto de silêncio às 09:33, 933 era o número de farda do polícia Keith Palmer, esfaqueado pelo agressor e que acabou por não resistir aos ferimentos.

Cidades europeias, como Madrid e Bruxelas também observaram um minuto de silêncio em memória das vítimas deste novo ato terrorista.

O número de pessoas que perderam a vida elevou-se esta quinta-feira para cinco, incluindo o autor do atentado e o polícia.

Entre as vítimas mortais está Aysha Frade, de 43 anos, uma britânica de origem galega casada com um português, João Frade, que também tem nacionalidade britânica e é originário da região de Braga.

A mais recente vítima mortal é um homem de 75 anos que estava hospitalizado. A família do norte-americano Kurt Cochran, de 54 anos, anunciou a sua morte numa publicação no Facebook.

Entre os 40 feridos, alguns em estado considerado crítico, está também um português. A maioria dos que sofreram ferimentos tem passaporte britânico, mas a lista de feridos conta com mais de 10 nacionalidades, o que não surpreende numa cidade cosmopolita como é o caso de Londres e também porque na ponte de Westminster costumam concentrar-se muitos turistas para tirar fotografias ao icónico Big Ben.