Última hora

Em leitura:

Quem era Khalid Mansood, o alegado autor do atentado de Londres


Reino Unido

Quem era Khalid Mansood, o alegado autor do atentado de Londres

A polícia já identificou o alegado autor do atentado desta quarta-feira, em Londres, como sendo Khalid Masood, de 52 anos, um britânico nascido no condado de Kent, no sudeste de Inglaterra.

O suspeito era conhecido do MI5, por agressão e posse de armas, mas tinha saído do radar dos serviços secretos britânicos nos últimos anos. Até dezembro do ano passado, Masood viveu num apartamento em Birmingham.

Iwona Romek reconheceu imediatamente a fotografia do suspeito. Disse estar “100% segura” que era o seu vizinho. A mulher recorda-se de Masood como sendo “um homem de família, normal. Costumava levar a criança, de manhã, à escola. Tomava conta do pequeno jardim que tinha no exterior. Vi-o muitas vezes a cortar a relva e a regressar das compras”, conclui. Foi surpreendida pelo raide da polícia à casa.

Através do seu órgão de propaganda na internet, o autoproclamado Estado Islâmico reivindicou responsabilidade pelo atentado, o primeiro reivindicado pelo grupo jihadista na Grã-Bretanha.

No quadro da investigação ao atentado, oito pessoas – cinco homens e três mulheres, com idades entre os 21 e os 58 anos – foram detidas em Londres e Birmingham. A segunda maior urbe de Inglaterra é vista pelas autoridades como um viveiro do Islão radical e o carro utilizado no ataque foi alugado nesta cidade.

Mohamed Abrini, o “homem do chapéu” nos atentados de Bruxelas, há um ano, e suspeito de ligação aos ataques em Paris em novembro de 2015, esteve em Birmingham no verão anterior aos atos terroristas na capital francesa. A cidade, no coração da Grã-Bretanha, está no centro da investigação da polícia ao atentado de Londres.