Última hora

Em leitura:

Alemanha: CDU de Merkel contraria "efeito Schulz" no Sarre


Alemanha

Alemanha: CDU de Merkel contraria "efeito Schulz" no Sarre

Martin Schulz falhou este domingo o primeiro teste como líder dos social-democratas alemães. O SPD apenas obteve 29 por cento dos votos nas eleições regionais no estado do Sarre.

Mas a pequena região na fronteira com a França apenas representa 1 por cento da população e o ex-presidente do Parlamento Europeu continua com a mira apontada às legislativas de setembro.

Schulz frisou que “o SPD vai focar-se numa análise sóbria dos resultados, das vantagens e desvantagens, dos prós e contras” e vai “tirar as conclusões necessárias para as eleições que estão pela frente”.

A ministra-presidente Annegret Kramp-Karrenbaeuer continua assim à frente dos destinos do Sarre, depois dos democratas-cristãos arrecadarem 49 por cento dos votos.

Uma importante vitória para a CDU de Angela Merkel, que contraria assim o “efeito Schulz”.

Visivelmente contente, a chanceler alemã afirmou que a União Democrata Cristã (CDU) “tem ainda um duro trabalho pela frente. Será uma campanha eleitoral difícil, mas tem todas as hipóteses […] nas suas mãos e os resultados [deste domingo] confirmam-no”.

Antes das legislativas, a 24 de setembro, os partidos alemães voltarão a medir forças em dois escrutínios regionais, em maio, em Schleswig-Holstein e na Renânia do Norte-Vestefália.