Última hora

Em leitura:

Alemanha e Inglaterra não vacilam no caminho para a Rússia


the corner

Alemanha e Inglaterra não vacilam no caminho para a Rússia

O fim de semana passado foi animado pela ronda de qualificação para o Campeonato do Mundo de 2018 e apesar de ainda haver muito por jogar, há equipas que não perdem o norte no caminho rumo à Rússia. É o caso de Alemanha e Inglaterra, que lideram os seus grupos com uma vantagem confortável.

No Azerbaijão, a seleção alemã não sentiu grandes dificuldades para conquistar os três pontos com uma goleada por 4-1 e os cinco jogos que restam deverão ser pouco mais que um passeio. Os campeões do mundo lideram agora com uma vantagem de cinco pontos sobre a Irlanda do Norte e apresentam um registo 100% vitorioso na fase de qualificação (só a Suíça se pode gabar do mesmo) com vinte golos apontados e apenas um sofrido em cinco jogos.

O golo que Dimitrij Nazarov apontou à Alemanha no encontro de Baku deixou a Inglaterra como a única equipa que ainda não sofreu qualquer golo no apuramento para o mundial da Rússia. A equipa de Gareth Southgate derrotou a Lituânia por duas bolas a zero e tem ultrapassado a timidez ofensiva, apenas oito golos marcados, com uma enorme solidez defensiva. Lidera o grupo F com 13 pontos, quatro de vantagem sobre a Eslováquia.

Ases e Azelhas

Gianluigi Buffon é uma referência do futebol internacional. Frente à Albânia, o guarda-redes somou a 168ª internacionalização, um recorde europeu, naquele que foi o seu milésimo jogo desde que se estreou num Parma-Milão, a 19 de novembro de 1995.

Em Portugal, a estrela dá pelo nome de Cristiano Ronaldo. O atacante madeirense bisou frente à Hungria e soma agora 70 golos pela seleção nacional. Só Ferenc Puskás [84], Sándor Kocsis [75] e Miroslav Klose [71] fizeram melhor no futebol europeu.

Kylian Mbappé é a coqueluche do momento no futebol francês. Aos 18 anos e 95 dias de idade tornou-se no futebolista mais jovem a representar a seleção gaulesa desde 1955, tendo entrado aos 78 minutos para o lugar de Payet na vitória no Luxemburgo.

Quem vai de mal a pior é a Holanda, que foi derrotada na Bulgária e caiu para o quarto lugar no seu grupo de apuramento. Depois de falhar o Europeu de França, corre o sério risco de ficar fora do mundial da Rússia. Para já a má campanha custou o lugar a Danny Blind.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

the corner

Shakespeare e Leicester na boa direção, Guardiola e Manchester City perderam o norte