Última hora

Última hora

Jared Kushner, genro de Trump, deverá depor perante comissão do Senado

Em leitura:

Jared Kushner, genro de Trump, deverá depor perante comissão do Senado

Jared Kushner, genro de Trump, deverá depor perante comissão do Senado
Tamanho do texto Aa Aa

Com Lusa

Jared Kushner, o genro e próximo conselheiro do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deverá depor perante a poderosa Comissão de Informações do Senado (câmara alta), que investiga as alegadas interferências de Moscovo nas eleições presidenciais.

A informação foi avançada pela Casa Branca.

Kushner, de 36 anos, desempenhou uma decisiva função de intermediário, quer no decurso da campanha quer após a vitória de Donald Trump em novembro, nas relações com numerosos países estrangeiros.

Em particular, facilitou a organização de um encontro entre Trump e o primeiro-ministro japonês Shinzo Abe, e também com o presidente do México, Enrique Peña Nieto.

Mas a comissão do Senado pretende sobretudo registar o seu testemunho sobre a natureza exata dos contactos que terá efetuado com representantes da Federação Russa.

Antes da tomada de posse de Trump, a Casa Branca acusou Vladimir Putin no caso de pirataria informática que perturbou a campanha eleitoral para a presidência dos Estados Unidos.

Um caso que faz crescer a tensão a poucas semanas da tomada de posse do presidente Republicano.

Um mês antes das eleições, a administração Obama tinha formalmente acusado a Rússia de ter conduzido as operações de pirataria informática contra o Partido Democrata e a equipa de Hillary Clinton, para perturbar o processo eleitoral.

Os emails piratados foram cedidos ao siteWikileaks.