Última hora

Última hora

Brexit: Ministro David Davis diz que "não havia a intenção" de ameaçar Bruxelas

Primeira-ministra, Theresa May, escreveu que cooperação na luta contra crime e terrorismo seria afetada sem um acordo de saída.

Em leitura:

Brexit: Ministro David Davis diz que "não havia a intenção" de ameaçar Bruxelas

Tamanho do texto Aa Aa

Com Reuters

O ministro do Brexit, David Davis, disse que o Reino Unido não tinha intenção de ameaçar Bruxelas quando disse que a cooperação na luta contra o terrorismo poderia ficar debilitada se o país deixasse a União Europeia sem um acordo detalhado.

“Não é uma ameaça. É uma declaração acerca do facto de que será mau para ambas as parte se sairmos sem um acordo. É um argumento a favor de um acordo”, disse Davis.

“Parece-me um ponto de vista perfeitamente razoável e que não constitui, de forma alguma, uma ameaça”, continuou o ministro do Brexit

Foi na quarta-feira que a primeira-ministra Theresa May acionou o processo de saída do Reino Unido da União Europeia, com um envio de uma carta oficial ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Na carta, May escreveu que “a nossa cooperação na luta contra o crime e o terrorismo poderá ser afetada se o Reino Unido deixar a União Europeia sem um novo acordo.”