Última hora

Em leitura:

Brexit "não é o fim" diz Juncker, que volta a criticar Trump


A redação de Bruxelas

Brexit "não é o fim" diz Juncker, que volta a criticar Trump

O Brexit não é o fim, mas um novo ponto de partida para a União Europeia e o Partido Popular Europeu, que tem o maior número de deputados no Parlamento Europeu, quer provar isso mesmo ao mundo.

Durante o congresso desta família política europeia do centro-direita, quinta-feira, em Malta, o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, disse que “o Brexit não é o fim”.

“Há muitos que gostariam que fosse, inclusivé noutro continente, onde um Presidente recém-eleito ficou muito feliz com o facto de os britânicos estarem de saída da União Europeia e até pediu a outros países para fazerem a mesma coisa. Se isso continuar, também pedirei a independência de Ohio e a saída do Texas dos Estados Unidos da América”, acrescentou Juncker.

Para este partido, a principal prioridade é definir o futuro dos cerca de três milhões de cidadãos da União que vivem no Reino Unido e dos 1,2 milhões de britânicos residentes nos outros 27 países.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

A redação de Bruxelas

Fusão entre Monsanto e Bayer é "casamento feito no Inferno"