Última hora

Chineses de Paris em revolta contra violência policial

Shaoyo Liu, de 56 anos, foi morto em casa, depois de a polícia ter sido chamada numa denúncia de alegada violência doméstica.

Em leitura:

Chineses de Paris em revolta contra violência policial

Tamanho do texto Aa Aa

Em Paris, a morte de um homem chinês por parte da polícia está a enraivecer a comunidade.

Na última noite, os protestos, que degenerartam em confronto com a polícia, passaram do bairro de Belleville, com forte implantação da comunidade chinesa, para a Rue de Rivoli, em pleno centro da capital francesa. Cerca de 200 pessoas atiraram objetos contra as forças da ordem aos gritos de “polícia, assassinos”.

Shaoyo Liu, de 56 anos, foi morto em casa, depois de a polícia ter sido chamada numa denúncia de alegada violência doméstica. Segundo a polícia, o homem terá atacado um agente com uma tesoura antes de ser morto a tiro.

Entretanto, a família convocou uma conferência de imprensa e apelou à calma, para evitar que as manifestações assumam contornos mais violentos.