Última hora

Última hora

Veneza: Detidos três homens do Kosovo suspeitos de planearem atentado

Polícia diz ter recolhido informações suficientes sobre a intenção de realizarem um atentado

Em leitura:

Veneza: Detidos três homens do Kosovo suspeitos de planearem atentado

Tamanho do texto Aa Aa

A polícia italiana anunciou esta quinta-feira a detenção em Veneza de três homens do Kosovo suspeitos de planearem um ataque na famosa ponte Rialto, sobre o Grande Canal.

Um comunicado da polícia informa que foi decidido prender os três adultos e questionar um menor, todos originários do Kosovo, depois de terem sido recolhidas informações suficientes sobre as suas atividades e a sua radicalização religiosa.

Segundo o procurador Adelchi D’Ippolito, encarregado da investigação, os suspeitos assistiam a vídeos do Daesh e procuravam instruções sobre a fabricação de engenhos explosivos, tendo manifestado o desejo de combater na Síria nas fileiras das milícias jihadistas.

“O primeiro sinal de alarme foi o regresso de um deles da Síria.
Verificámos todos os contactos e conseguimos seguir todos os movimentos deles na Internet”, disse D’Ippolito, em conferência de imprensa.

Numa das conversas telefónicas intercetadas pela polícia, um dos suspeitos dizia que fazer explodir uma bomba na ponte Rialto seria uma garantia do paraíso para quem o fizesse, “dado o número de infiéis que vivem em Veneza”.

Noutra conversa gravada em 22 de março, o suspeito considerado pela polícia o líder do grupo explicava que depois de fazer juramento de obediência ao Daesh, as ordens da organização devem ser cumpridas.

Os suspeitos terão também acolhido com satisfação a notícia do ataque que matou quatro pessoas perto do parlamento britânico na semana passada, um ataque reivindicado pelo Daesh apesar de a polícia britânica não ter encontrado nenhuma ligação entre o autor e grupos jihadistas.

Dois dos suspeitos trabalhavam como empregados de mesa. Tinham os três autorização de residência na Itália.