Última hora

Vários moradores da aldeia de Madama, a sul da cidade de Nablus, na Cisjordânia, assinalaram, na quinta-feira (30 de março) o “Dia da Terra”, ao lado de ativistas palestinianos.

A marcha incluiu a plantação de árvores em terras confiscadas.

O que começou por ser uma manifestação pacífica, degenerou em confrontos entre os ativistas e militares israelitas.

O “Dia da Terra” é assinalado todos os anos pelos palestinianos para lembrar os seis árabes-israelitas assassinados, em 1976, pela polícia israelita durante protestos contra a confiscação de terras, por parte do Governo.

Mais vídeos No Comment