Última hora

Em leitura:

Judo: Joana Ramos conquista bronze em Tbilisi


Desporto

Judo: Joana Ramos conquista bronze em Tbilisi

Joana Ramos conquistou a medalha de bronze na categoria de -52 kg, no Grande Prémio de Tbilisi, na Geórgia. A judoca portuguesa venceu esta sexta-feira a húngara Reka Pupp, por ‘ippon’. Recorde-se que Joana Ramos chegou ao último combate depois de ter passado pela fase de repescagem. O ouro foi conquistado por Amandine Buchard. A francesa venceu na final a brasileira Erika Miranda.

O destaque também para a brasileira Stefannie Koyama. Após vencer três combates, a judoca derrotou também a experiente ucrianiana Maryna Cherniak na final, e garantiu por waza-ri o ouro na categoria até 48kg. Joana Diogo e Maria Siderot participaram na mesma categoria. Joana ficou no sétimo lugar e Maria acabou na quinta posição.

Na categoria de -57kg, a defender o título olímpico olímpico, a brasileira Rafaela Silva venceu dois combates mas, na final, foi derrotada pela russa Irina Zabludina.

No setor masculino, o judoca da casa Lukhumi Chkhvimiani conquistou a medalha de ouro nos -60 kg e foi considerado o atleta do dia. Lukhumi derrotou na final Amiran Papinashvili, outro atleta da Geórgia. Antes tinha tinha vencido um belga, um do Azerbeijão, outro da Mongólia. Na meia final um do Uzebequistão e por fim um compatriota.
Lukhumi nem sequer era considerado o favorito mas acabou por ser mais forte e conquistou a medalha de ouro num combate que durou apenas quatro minutos.

Nos -66kg, outro atleta da casa , Lasha Giunashvili saiu vencedor na final contra Tumurkhuleg Davaadorj da Mongólia. Na mesma categoria, o português Sergiu Oleinic ficou no quinto lugar. No último combate, o atleta olímpico foi derrotado pelo russo Yakub Shamilov por ‘waza-ari’.

Luís Carmo e Jorge Fernandes (-73 kg) e João Martinho (-81 kg) vão competir no sábado, enquanto Yahima Ramirez (-78 kg) entra em prova no domingo.

FIFA: Começa a vislumbrar-se o desenho do mundial a 48 equipas

Desporto

FIFA: Começa a vislumbrar-se o desenho do mundial a 48 equipas