Última hora

Em leitura:

Congresso do Paraguai ocupado em violento protesto


Paraguai

Congresso do Paraguai ocupado em violento protesto

O edifício do Congresso do Paraguai foi tomado de assalto por manifestantes, num violento protesto contra a revisão constitucional para permitir a reeleição do presidente Horacio Cartes.

Os contestatários ocuparam a assembleia com gritos de “ditadura nunca mais”, derrubando portas e barreiras e destruíndo vários gabinetes de senadores favoráveis à emenda da Constituição.

Segundo os bombeiros, os confrontos com as forças de segurança resultaram em pelo menos três dezenas de feridos. De acordo com um membro da oposição, o presidente do Senado e vários deputados que se encontravam no interior também foram feridos durante os protestos.

Vinte e cinco de um total de 45 senadores aprovaram a emenda que permite a Cartes concorrer a um novo mandato.

O senador Carlos Filizzola afirmou que “não foi feito nada fora do quadro [legal] da Constituição. A sessão […] com os vinte e cinco senadores decorreu respeitando a lei e de acordo com as regras”.

A Constituição do Paraguai não autorizava a reeleição presidencial e os detradores de Cartes denunciam uma “manobra ditatorial”. O Partido Liberal, principal força da oposição, diz que a emenda votada esta sexta-feira é anticonstitucional.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

Venezuela

Países da América do Sul exigem restabelecimento da "ordem democrática" na Venezuela