Última hora

Em leitura:

Myanmar: Eleições testam popularidade do Governo


Myanmar

Myanmar: Eleições testam popularidade do Governo

O Myanmar volta às urnas naquelas que são as primeiras eleições desde que a Liga Nacional para a Democracia de Aung San Suu Kyi arrebatou o poder, há pouco mais de um ano.

Mais de dois milhões de birmaneses foram chamados a eleger 12 deputados para o parlamento nacional e 7 para os parlamentos regionais.

O escrutínio está a servir para testar a popularidade do Governo. A participação do eleitorado foi baixa.

A população está frustrada com ritmo lento das reformas e o fraco desenvolvimento económico do país.

Suu Kyi reconheceu, num comunicado televisivo, que entende o desapontamento dos cidadãos, no entanto a Prémio Nobel da Paz reiterou que, de momento, a prioridade é colocar fim aos conflitos étnicos que mantêm a antiga Birmânia num estado de semi-guerra civil.

O Governo tem sido criticado pela comunidade internacional por não conseguir resolver a crise dos muçulmanos Rohingya, a minoria étnica que é constantemente alvo de abusos por parte das autoridades birmanesas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Austrália

Ciclone Debbie deixa dezenas de milhares de australianos isolados