Última hora

Em leitura:

Federer regressa ao top-5 do ranking mundial


Desporto

Federer regressa ao top-5 do ranking mundial

É difícil começar de forma mais brilhante uma época: Open da Austrália, Indian Wells e Masters 1000 de Miami. Mais difícil ainda é se nas pernas e nos braços já se contarem 35 anos. Não é um veterano, mas também já não é um jovem.

Quem pré-anunciou a retirada de Roger Federer há uns anos está a ter uma bela surpresa esta temporada. O tenista suíço regressou renovado. “É certo que estou mais lento que antes, por causa do desgaste e da idade. Por outro lado, no que diz respeito ao meu jogo ofensivo, acho que estou melhor, mais rápido e mais inteligente. Mas acredito que o “Federer de hoje” teria hipóteses de ganhar ao “velho Federer”, explicou o próprio Federer.

O triunfo no Masters 1000 de Miami, o 26.º num torneio Masters 1000 e o 91.º da carreira, valeu ao tenista suíço um lugar no top-5 do ranking mundial.
No final da partida, Federer anunciou ainda que não vai participar em nenhum torneio antes do Grand Slam de Roland Garros, que acontece entre os dias 29 de maio e 5 de junho, em Paris…porquê…porque já não tem 24 anos e aprendeu a gerir o esforço e a carreira.