Última hora

Em leitura:

Reformados gregos saíram à rua para lutar contra mais cortes


Grécia

Reformados gregos saíram à rua para lutar contra mais cortes

Milhares de idosos gregos saíram à rua, esta terça-feira, para protestarem, pacificamente, contra mais cortes nas reformas e pensões.

A austeridade sobre pensionistas e reformados tem sido uma medida recorrente do Governo para garantir que a ajuda financeira continua a chegar ao país.

“À exceção dos deficientes, todos devem sair às ruas, porque é certo que vão fazer mais cortes. É o empobrecimento, um empobrecimento tal que até vamos pensar duas vezes antes de comprar um iogurte,” afirma a pensionista Maria Georgakopoulou, de 79 anos.

“Eles cortaram as nossas reformas, quando disseram que iam devolver as pensões bonificadas. Não só não nos deram e nos enganaram, como ainda cortaram as nossas pensões,” considera o reformado Kostas Dimopoulos, de 77 anos

O Governo grego encontra-se a negociar novos cortes no âmbito do último resgate de 86 mil milhões de euros. Uma questão controversa para o primeiro-ministro Alexis Tsipras, cujo partido Syriza prometeu combater a austeridade quando foi eleito em 2015.

Por seu lado, Alexis Tsipras já disse são necessários “passos significativos” na redução da dívida antes de implementar novas medidas.

“A finalização do acordo e o voto nas medidas, exigidos pela União Europeia e pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) vai acontecer na condição de existirem passos significativos sobre a redução da dívida tomados entretanto”, afirmou Tsipras em entrevista do diário Ethnos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Rússia

Quirguistão: Terreno fértil de recrutamento de combatentes do Daesh