This content is not available in your region

EUA deixam de financiar fundo da ONU para a população

Access to the comments Comentários
De  Ricardo Figueira
EUA deixam de financiar fundo da ONU para a população

<p>O Fundo das Nações Unidas para a População sofreu um duro golpe com a decisão da administração Trump de acabar com o financiamento por parte dos Estados Unidos.</p> <p>O secretário-geral da <span class="caps">ONU</span>, António Guterres, já criticou a decisão de Trump. O presidente norte-americano diz que o fundo serve para financiar o aborto e a esterilização forçada na China, o que a <span class="caps">ONU</span> desmente: “A agência recusa a acusação de que apoia ou que participa num programa aborto coercivo ou de esterilizações involuntárias na China. Com todo o trabalho que faz, o Fundo das Nações Unidas para a População promove o direito dos indivíduos e dos casais a tomarem as próprias decisões, sem coerção nem discriminação”, diz Stéphane Dujarric, porta-voz do secretário-geral da <span class="caps">ONU</span>.</p> <p>O porta-voz de António Guterres disse ainda que a decisão americana iria colocar muitas de mulheres em posição vulnerável numa situação ainda mais difícil. <a href="http://www.worldometers.info/world-population/">A população mundial ronda agora os 7,5 mil milhões</a> – através da ajuda ao planeamento familiar nas zonas mais desfavoredidas do globo, a <span class="caps">ONU</span> tenta travar este aumento populacional que não tem fim à vista.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">The UN Population Fund — which works for women and children in 150 countries — just lost all its American funding <a href="https://t.co/8KcvUQlT7n">https://t.co/8KcvUQlT7n</a></p>— Vox (@voxdotcom) <a href="https://twitter.com/voxdotcom/status/849535831958224896">April 5, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>