Última hora

Em leitura:

Não se desperdiçam os resíduos da construção


business planet

Não se desperdiçam os resíduos da construção

O setor da construção na Europa gera anualmente duas toneladas de resíduos por habitante. O Business Planet foi até Maribor, na Eslovénia, para falar sobre a implementação do projeto europeu Rebirth, que defende a necessidade de reutilizarmos estes resíduos.

A economia circular no setor da construção

  • A atividade da construção gera anualmente mais de duas toneladas de resíduos por cada cidadão europeu. E os números estão a aumentar.
  • Recentemente, foi introduzido um novo protocolo europeu que implementa normas para a reutilização deste tipo de resíduos, no sentido de os reconverter em recursos válidos. Na Eslovénia, o projeto ReBirth destina-se precisamente a este objetivo.
  • O ReBirth é um dos mais de 4300 projetos relacionados com a proteção do ambiente financiados pelo instrumento europeu Life. Em 2017, este mecanismo celebra 25 anos e abre a possibilidade de novos financiamentos até ao mês de setembro.

Ligações úteis

“Na área da construção e engenharia civil podemos utilizar uma vasta quantidade de materiais reciclados. Até 2020, temos de conseguir reciclar 70% dos resíduos produzidos no setor da construção”, diz-nos Alenka Mauro Pranjic, representante do Rebirth.

Uma grande empreitada provoca necessariamente muitos resíduos. Mas aqui, em Maribor, uma região pioneira na economia circular, muitas toneladas de materiais das obras são totalmente recicladas. “O betão será reutilizado na camada de base de estradas. Os reforços de ferro serão transformados noutros produtos”, explica-nos Mitja Strajnar, responsável por uma empreitada que encontrámos.

No entanto, nem todos os resíduos podem ser reciclados. E nem sempre é fácil saber onde o fazer e com que custos. Por isso é que o projeto Rebirth organizou conferências para que centenas de empresários eslovenos ganhassem novos reflexos.

Mirko Šprinzer foi o especialista em engenharia escolhido para fazer passar a mensagem. Segundo ele, “os empresários mudaram a sua visão das coisas. Identificámos novas oportunidades de negócio. Agora queremos valorizar os resíduos de setores como as obras públicas, a indústria ou o tratamento de águas”.

Ao mesmo tempo, o número de aterros ilegais no país tem diminuído consideravelmente. O Rebirth foi conduzido na Eslovénia entre 2011 e 2014. Hoje em dia, reciclam-se mais 10% de resíduos do setor da construção e poupam-se mais 1,5% em recursos naturais.

O Rebirth foi cofinanciado pelo mecanismo financeiro europeu chamado Life, que atribui apoios a projetos que contribuam para a defesa do ambiente e conservação da natureza. Foi igualmente introduzido recentemente um novo protocolo europeu sobre a gestão destes resíduos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

tradução automática

tradução automática

business planet

"Dual Use" - Militar e civil: O que é?