Última hora

Em leitura:

ETA entrega armas em França


Espanha

ETA entrega armas em França

A Comissão Internacional de Verificação, organização independente, confirmou em Baiona, França, que a ETA entregou, às autoridades gaulesa, uma lista com a localização de depósitos de armas, situados nos Pirenéus Atlânticos, de acordo com fontes da luta antiterrorista.

Para já não se fala em desmembramento do grupo considerado terrorista por Estados com França e Espanha mas para a comissão é um passo importante para a paz:

“A comissão acredita que com o apoio de todos os atores relevantes, este passo histórico ajudará a consolidar a paz e a convivência na sociedade Basca”, adiantou Ram Manikkalingham, presidente da organização.

França congratula-se com esta ação mas diz que a decisão, unilateral, não deve esperar contrapartidas. O governo espanhol concorda e diz que esta era a única opção para o grupo separatista e paramilitar que matou mais de 850 pessoas em mais de 50 anos de luta armada:

“Que se desarmem e se dissolvam, é isso que têm de fazer. E não vão obter nada de um Estado democrático, como o espanhol que tem o apoio de todos os democratas”, afirmou Inigo Mendez de Vigo, porta-voz do governo espanhol.

A ETA nasceu no País Basco em 1959 durante a repressão franquista. Evoluiu para grupo paramilitar no final dos anos 60. Os atentados e assassinatos, pela independência da região, continuaram apesar da maior autonomia. A perda do apoio, ao longo dos anos, fez o grupo perder poder. Em 2011 declarou o cessar-fogo.

A 17 de março último anunciou que iria proceder, este sábado, ao desarmamento “total e sem condições”.