Última hora

Em leitura:

GP de judo de Antália: Turquia ainda sem ouvir o hino ao segundo dia


Desporto

GP de judo de Antália: Turquia ainda sem ouvir o hino ao segundo dia

Ao segundo dia no tatâmi do Grande Prémio de judo de Antália, na Turquia, os judocas da casa voltaram a falhar a conquista de uma medalha de ouro e a consequente entoação do hino.

A maior esperança surgiu na categoria de -73 quilos do quadro masculino, mas acabou desfeita por um judoca do Uzbequistão.

Quadro feminino

Final de -63kg Abrimos o resumo do dia com o duelo pelo ouro entre Kathrin Unterwurzacher e Marian Urdabayeva. A austríaca era a favorita ao ouro, em menos de 63 quilos, e chegou sem surpresa à final.

Atual número três do mundo, Unterwurzacher teve de enfrentar um duelo intenso. A judoca do Cazaquistão chegou a colocar-se em vantagem, mas a austríaca reagiu bem e encontrou a forma ideal de contra-atacar as iniciativas de Urdabayeva.

Unterwurzacher acabou por garantir a vitória por “ippon” e, depois de ter falhado a final na Geórgia há uma semana, agora conquistou mesmo a medalha de ouro.

No comentário ao triunfo, Kathrin Unterwurzacher lembrou o “enorme erro” cometido na semana anterior em Tbilisi, admitiu ter cometido também aqui alguns erros, mas concluiu ter feito “o suficiente” e assumiu-se “orgulhosa pela medalha de ouro.”

Ouro: Kathrin Unterwurzacher (Áustria);
Prata: Marian Urdabayeva (Caz);
Bronzes: Katharina Haecker (Áustria) e Lubjaba Piovesana (RUn);

Final de -70kg Na outra final do dia no quadro feminino, o ouro foi para uma judoca da Eslovénia.

Numa final morna, Anka Pogacnik teve pela frente Elvismar Rodriguez, judoca que tem vindo a treinar-se e a competir com o apoio da Federação Internacional de Judo. A eslovena foi mais forte e conquistou o ouro.

Ouro: Anka Pogacnik (Esl);
Prata: Elvisma Rodriguez (FIJ);
Bronzes: Gemma Howell (RUn) e Barbara MAtic (Cro).


Quadro masculino

Final de -73kg A Turquia esteve perto de celebrar o primeiro ouro neste GP de Antália através de Hasan Vanlioglu. O judoca da casa teve pela frente Mirzokhid Farmonov, permitiu ao uzbeque levar a decisão para tempo extra e acabou derrotado.

Em cerca de 20 segundos, Farmonov arrumou a questão. O uzbeque não só derrotou o adversário no tatâmi como venceu a pressão do público sempre a puxar pelo compatriota.

Hasan Vanlioglou ficou devastado e teve de se contentar com a medalha de prata, mas teve ainda assim direito a palmas no momento de subir ao pódio.

Acabaria por ser Farmonov a fazer ouvir no pavilhão o hino do Uzbequistão, mas no comentário ao triunfo não deixou de elogiar o adversário da final.

Farmonov considerou Vanlioglu “muito forte e talentoso”, e mostrou-se “muito satisfeito” por ter conseguido vencer o turco. Mais do que um feito pessoal, o judoca considerou este “um triunfo de todo o Uzbequistão.”

Ouro: Mirzokhid Farmonov (Uzb);
Prata: Hasan Vanlioglu (Tur);
Bronzes: Tohar Butbul (Isr) e Hidayat Heydarov (Aze).

Final de -81kg Na segunda final masculina do dia, medalha de ouro para um judoca da Rússia. Mérito de Stanislav Semenov diante do coreano Minki Song.

Depois de três medalhas de bronze em Grand Slams, o russo conseguiu finalmente um ouro neste GP de Antália, na Turquia.

Ouro: Stanislav Semenov (Rus);
Prata: Minki Song (Cor);
Bronzes: Murat Khabachirov (Rus) e Dagvasuren Nyamsuren (Mong).

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Desporto

Euroliga: Darussafaka Dogus Istambul consegue presença inédita dos quartos-de-final