This content is not available in your region

A Suécia não esquece as vítimas do ataque de Estocolmo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
A Suécia não esquece as vítimas do ataque de Estocolmo

<p>As flores lembram os que morreram e os que ainda lutam pela recuperação nos hospitais.</p> <p>A Suécia tenta regressar à normalidade mas o ataque de sexta-feira não é esquecido. </p> <p>Milhares de pessoas prestam um tributo às vítimas no local onde aconteceu o ataque no centro de Estocolmo.</p> <p>“Foi um verdadeiro choque. Conheço muitas pessoas estiveram muito perto de serem atropeladas pelo camião. Para mim, foi um fim de semana muito emotivo, muito emocional”, diz um homem.</p> <p>“Uma semana antes tinha dito que era uma questão de tempo até isto acontecer na Suécia. Para algumas pessoas a Suécia tornou-se uma espécie de símbolo dos valores da paz e da resolução de conflitos. Mas eu pensei que era uma questão de tempo até isto acontecer aqui na Suécia”, explica um outro cidadão.</p> <blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">With love from Stockholm ❤ <a href="https://t.co/mb9IsApEtF">pic.twitter.com/mb9IsApEtF</a></p>— Hewa Abdelzadeh (@HiwaAbdelzadeh) <a href="https://twitter.com/HiwaAbdelzadeh/status/851101025167704064">April 9, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> <p>O mal não tem cor ou religião e os suecos, conhecidos por serem tolerantes e liberais têm sido um dos povos mais abertos ao acolhimento de migrantes. </p> <p>Mas alguns começam a questionar a política seguida pelo país de quase 10 milhões de habitantes que em 2015 resultou em mais de 160 mil pedidos de asilo.</p>