Última hora

Em leitura:

Hungria: Viktor Orban aprova projeto de lei controverso contra universidades estrangeiras


Hungria

Hungria: Viktor Orban aprova projeto de lei controverso contra universidades estrangeiras

O presidente da Hungria assinou em lei controversa sobre universidades estrangeiras que pode atingir uma escola internacional fundada pelo multimilionário norte-americano George Soros.

O projeto de lei do governo afeta as universidades de países que não façam parte da União Europeia e impede-as de emitir diplomas sem a autorização do governo. As universidades estrangeiras vão ser obrigadas a ter um campus tanto em Budapeste como no país de origem.

A medida gerou uma onda de protestos em Budapeste contra o primeiro-ministro Viktor Orban. Uma medida que simboliza o choque entre duas correntes: a abertura internacional promovida por Soros e o nacionalismo defendido por Viktor Orban.

A Universidade da Europa Central, financiada por George Soros e fundada na capital húngara em 1991, após a queda do comunismo, é a única faculdade internacional sem filial fora do país.

Receia-se que possa ser obrigada a sair do território, apesar dos protestos e do apoio de centenas de figuras académicas internacionais.