Última hora

Em leitura:

Espanha: autoridades detêm pirata informático russo


Espanha

Espanha: autoridades detêm pirata informático russo

Uma juíza espanhola ordenou a prisão de um alegado pirata informático russo detido pelas autoridades espanholas em Barcelona na sexta-feira passada.

A detenção teria sido feita a pedido das autoridades norte-americanas que o acusam de crimes informáticos.

As autoridades espanholas confirmaram esta segunda-feira que Piotr Levashov é um dos criminosos informáticos mais procurados do mundo.

As autoridades norte-americanas têm agora 40 dias
para apresentaram o pedido de extradição.

Entre várias acusações, Levashov é acusado de infetar computadores com software malicioso e depois exigir dinheiro como resgate.

Após ter sido detido pelas autoridades espanholas, a sua mulher explicou a um canal russo de televisão que a detenção do seu marido estaria relacionada com a alegada operação de espionagem informática que teria favorecido a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos.

Várias agências norte-americanas, com o FBI à cabeça, estão a investigar as alegadas relações entre o Kremlin e a campanha eleitoral de Trump.

As investigações assentam na premissa de que a Rússia teria ordenado o ataque informático aos computadores do Partido Democrático a fim de prejudicar a candidatura de Hillary Clinton.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Hungria

Hungria: Viktor Orban aprova projeto de lei controverso contra universidades estrangeiras