Última hora

Em leitura:

Os programas de apoio alimentar nas zonas isoladas da Colômbia

Os programas de apoio alimentar e à agricultura podem ajudar a reduzir o êxodo das zonas rurais na Colômbia. Foi precisamente isso que aconteceu na reserva indígena de Cofán, junto ao rio Afilador, no sul da região de Putumayo. Há anos que comunidades como esta vivem no meio do conflito entre os grupos armados e as forças governamentais. Vários habitantes locais foram mortos. Outros fugiram. O isolamento imposto pelas hostilidades restringiu as trocas comerciais. Por outro lado, Bogotá implementou um programa de fumigação de terras, entre 2005 e 2013, para erradicar a produção de coca. Mas essa iniciativa prejudicou as colheitas locais e a qualidade da água.

Foi por estes motivos que os Cofán foram escolhidos para beneficiar de um programa de segurança alimentar da FAO, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura. Após as formações de novas práticas agrícolas, os elementos da FAO acompanham os progressos no terreno. A comunidade recebeu sementes para plantar novas colheitas. Os resultados são encorajadores, apesar do isolamento que ainda afeta várias zonas, disseminando os casos de má-nutrição. Em 2009, mais de 30 comunidades indígenas foram consideradas em risco de extinção devido aos conflitos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Aid Zone

A Colômbia do pós acordo com as FARC