Última hora

Em leitura:

Polícia alemã detém suspeito de atentado em Dortmund


Alemanha

Polícia alemã detém suspeito de atentado em Dortmund

A polícia revistou dois apartamentos e identificou duas pessoas, uma das quais ficou detida para interrogatório, na sequência do atentado à bomba de ontem, à passagem do autocarro da equipa de futebol do Borussia de Dortmund. A porta-voz da Procuradoria Federal confirmou esta informação e diz que a polícia está a seguir várias pistas: “Os explosivos estavam enchidos com peças de metal. Uma dessas peças atingiu o encosto de cabeça de um dos assentos do autocarro. Temos sorte que o desfecho não tenha sido mais grave”, explica Frauke Köhler.

As autoridades estão a analisar três cartas de cariz islamita, escritas “em nome de Alá” e fazendo referência à luta de Angela Merkel contra o Daesh. No entanto, frisam que é demasiado cedo para que uma pista seja considerada sólida. Há também pistas de extrema-esquerda que estão a ser consideradas.

O atentado fez apenas um ferido ligeiro, o jogador espanhol Marc Bartra, que ficou ferido num braço, com uma fratura no rádio. Foi já operado, com sucesso. O pai do jogador conta como o filho se sentiu: “Quando falámos com ele, estava muito amedrontado. Ouviu um grande barulho, uma explosão, depois sentiu uma forte dor de cabeça e dores no braço, não percebeu o que se estava a passar”.

O jogo com o Mónaco, a contar para a Liga dos Campeões, foi adiado para a tarde de quarta-feira.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

tradução automática

tradução automática

Rússia

Rússia pede clarificação aos EUA sobre conflito sírio