Última hora

Última hora

Hassan Rouhani confirma recandidatura a Presidente do Irão

O atual chefe de Estado vai ter a concorrência do clérigo xiita Ebrahim Raisi, da ala mais conservadora, que também oficializou esta sexta-feira a candidatura às presidenciais de 19 de maio.

Em leitura:

Hassan Rouhani confirma recandidatura a Presidente do Irão

Tamanho do texto Aa Aa

Hassan Rouhani oficializou esta sexta-feira a candidatura para um segundo mandato de quatro anos como Presidente do Irão.

allviews Created with Sketch. Point of view

"A preservação do acordo nuclear será um dos meus mais importantes objetivos, políticos e económicos, para a nação iraniana."

Hassan Rouhani Candidato à reeleição como Presidente do Irão

Em 2013, Rouhani conseguiu mais de 50 por cento dos votos logo à primeira e disse ter conseguido “uma vitória da moderação sobre o extremismo”.

Enfrentando as contínuas críticas da ala mais conservadora pelo acordo nuclear alcançado no início do ano passado com um grupo internacional (P5+1) que inclui os Estados Unidos, mas uma vez o Presidente volta a colocar como prioridade a proteção da abertura do país ao ocidente conseguida com esse acordo.

“A partir de agora, a preservação do acordo nuclear será um dos meus mais importantes objetivos, políticos e económicos, para a nação iraniana”, afirmou Rouhani, destacando o atual “muito bom” estado da economia iraniana quando “comparado com o que se verificava nos anos antes” de ele chegar à presidência. “E isto deve-se ao crescimento económico registado no último ano”, acrescentou.

“Na missão de salvar a economia, conseguimos distanciar-nos da recessão inflacionária. O crescimento económico chegou aos sete por cento depois de ter estado nos sete por cento negativos e os 40 por cento de inflação recuaram para os sete por cento em março”, disse ainda Rouhani, citado pela agência iraniana IRNA.

Além de Rouhani, também o influente clérigo xiita Ebrahim Raisi, da ala mais conservadora, confirmou esta sexta-feira a entrada nas presidenciais e, tudo indica, será o principal rival do atual Presidente.

Entre os mais de 800 candidatos inscritos, figura ainda o antecessor de Rouhani, o também conservador Mahmoud Ahmadinejad. A oposição costuma seguir as orientações do líder supremo para eleger o favorito, mas o Aiatola Ali Khamenei ainda não se pronunciou.

A fase de candidaturas abriu terça-feira e encerra este sábado, o Conselho de Guardiães começa a vetar nomes no domingo e as eleições são a 19 de maio.