This content is not available in your region

Regime e rebeldes sírios retomam evacuação de zonas sitiadas após ataque em Alepo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Regime e rebeldes sírios retomam evacuação de zonas sitiadas após ataque em Alepo

<p>Regime e rebeldes sírios retomaram a evacuação de quatro cidades sitiadas do país, após o ataque que vitimou mais de 100 pessoas nos arredores de Alepo. </p> <p>Uma explosão atribuída a um possível atentado bombista atingiu vários autocarros provenientes de duas cidades xiita pró-regime, no momento em que acediam a uma zona controlada pelo exército.</p> <p><blockquote class="twitter-tweet" data-lang="en"><p lang="en" dir="ltr">SCD teams were able to recover 100+ dead bodies & attended to 55 injured after a car bomb targeted the displaced exchange point in Rashdien <a href="https://t.co/t3dynqSnwB">pic.twitter.com/t3dynqSnwB</a></p>— The White Helmets (@SyriaCivilDef) <a href="https://twitter.com/SyriaCivilDef/status/853317711673393153">April 15, 2017</a></blockquote> <script async src="//platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script></p> <p>Entre as vítimas encontram-se vários milicianos de grupos islamitas locais que escoltavam a caravana de veículos.</p> <p>O ataque abala o acordo, selado em março, pelo Irão (aliado do regime sírio) e pelo Qatar (que apoia a rebelião), para a evacuação de quatro cidades sitiadas por regime e rebeldes há mais de dois anos.</p> <p>Desde sexta-feira que mais de sete mil pessoas foram retiradas de Madaya e Zabadani, duas localidades rebeldes, e de Foua e Kafraya, duas localidades pró-regime, à luz do acordo, denunciado como uma “deslocação forçada” pela oposição síria.</p>