Última hora

Regime e rebeldes sírios retomam evacuação de zonas sitiadas após ataque em Alepo

Regime e rebeldes sírios retomaram a evacuação de quatro cidades sitiadas do país, após o ataque que vitimou mais de 100 pessoas nos arredores de Alepo.

Em leitura:

Regime e rebeldes sírios retomam evacuação de zonas sitiadas após ataque em Alepo

Tamanho do texto Aa Aa

Regime e rebeldes sírios retomaram a evacuação de quatro cidades sitiadas do país, após o ataque que vitimou mais de 100 pessoas nos arredores de Alepo.

Uma explosão atribuída a um possível atentado bombista atingiu vários autocarros provenientes de duas cidades xiita pró-regime, no momento em que acediam a uma zona controlada pelo exército.

Entre as vítimas encontram-se vários milicianos de grupos islamitas locais que escoltavam a caravana de veículos.

O ataque abala o acordo, selado em março, pelo Irão (aliado do regime sírio) e pelo Qatar (que apoia a rebelião), para a evacuação de quatro cidades sitiadas por regime e rebeldes há mais de dois anos.

Desde sexta-feira que mais de sete mil pessoas foram retiradas de Madaya e Zabadani, duas localidades rebeldes, e de Foua e Kafraya, duas localidades pró-regime, à luz do acordo, denunciado como uma “deslocação forçada” pela oposição síria.