Última hora

Em leitura:

"Assassino do Facebook" suicida-se após perseguição policial na Pensilvânia


EUA

"Assassino do Facebook" suicida-se após perseguição policial na Pensilvânia

A polícia norte-americana pôs fim à caça ao chamado “assassino do Facebook”, depois de ter encontrado o corpo sem vida de Steve Stephens, no interior da sua viatura em Erie, na Pensilvânia.

Segundo a polícia, o homem que tinha assassinado um septuagenário no domingo em Cleveland, ter-se-ia suicidado com uma bala, depois de uma breve perseguição esta terça-feira.

As motivações de Stephens permanecem ainda desconhecidas.

Segundo o responsável do FBI em Cleveland, Steven Anthony:

“O nosso objetivo desde as duas da tarde de domingo era de evitar que o Sr. Stephen pudesse fazer mais vítimas. Esse era o objetivo principal num momento em que a investigação prossegue. O outro objetivo era conseguir deter o Sr. Stephens de forma segura, infelizmente ele decidiu que tal não iria acontecer”.

O suspeito teria escolhido a sua vítima ao acaso, sobre um passeio em Cleveland, antes de filmar o assassínio e parte da fuga, em direto, na rede social Facebook.

Stephens tinha igualmente afirmado ter morto mais de uma dezena de pessoas, aparentemente numa ação de vingança contra uma ex-namorada.

A polícia, que tinha lançado uma verdadeira caça ao homem nos últimos dias, afirma não ter qualquer indício de outras vítimas.

França

Presidenciais francesas sem um favorito a cinco dias da primeira volta