Última hora

Em leitura:

Paraguai: Presidente renuncia a controverso projecto de reeleição


Paraguai

Paraguai: Presidente renuncia a controverso projecto de reeleição

O presidente do Paraguai, Horacio Cartes, disse, segunda-feira, que, para preservar a estabilidade no país, não seria candidato na eleição do próximo ano.

Em carta dirigida ao Arcebispo de Assunção, partilhada no Twitter, Cartes diz que a sua decisão foi inspirada pelo apelo do Papa Francisco para a paz e diálogo no Paraguai.

De recordar que, a 31 de março, manifestantes incendiaram o Congresso após o Senado votar secretamente a favor da emenda que permite os segundos mandatos.

A onda de protestos violentos que atingiu o país provocou um morto e uma centena de feridos.

A decisão de Cartes surge no momento em que aguarda a chegada de um enviado do presidente norte-americano, Donald Trump, e do secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, para relançar o diálogo.

No espírito da Constituição de 1992, um único mandato de cinco anos é o antídoto contra o autoritarismo, num país marcado por 35 anos de ditadura do general Alfredo Stroessner, de 1954 a 1989 .

Coreia do Norte

"Portem-se bem": Trump responde a ameaças de Pyongyang