Última hora

Em leitura:

Alitalia: Funcionários decidem futuro da companhia


empresas

Alitalia: Funcionários decidem futuro da companhia

A partir de hoje (20 de abril) e até domingo à meia-noite, os funcionários da Alitalia votam o plano de reestruturação que deverá salvar, mais uma vez, a companhia aérea italiana.

O acordo, obtido na semana passada entre a direção e os sindicatos, prevê o despedimento de 980 funcionários efetivos, a redução dos dias de férias de 120 para 108 e um corte de 8% nos salários.

Os cortes são menores do que o plano inicial. Este tinha provocado greves nas últimas semanas.

A aprovação do plano é necessária para que a companhia possa receber um pacote financeiro de 2 mil milhões de euros, incluindo 400 milhões de euros de ajuda de emergência.

Se o “não” vencer, a companhia entra em processo de liquidação.

Desde a última crise financeira interna, em 2014, a Alitalia é detida em 49% pela Etihad Airways e emprega 12 500 pessoas. O objetivo do plano de 2014 era tornar a companhia lucrativa até 2017, mas isso não aconteceu, em parte devido à forte concorrência das companhias “low-cost”.

O novo plano de relançamento da companhia prevê uma redução dos custos de mil milhões de euros nos próximos três anos e a reorientação do negócio para os voos até média distância.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

empresas

Lucros da United Airlines afundam