Última hora

Pence garante que os EUA vão honrar o "pior dos acordos" com a Austrália

O vice-presidente norte-americano garantiu que o seu país vai cumprir o acordo migratório com a Austrália, classificado, em fevereiro, como “o pior entendimento de sempre” por Donald…

Em leitura:

Pence garante que os EUA vão honrar o "pior dos acordos" com a Austrália

Tamanho do texto Aa Aa

O vice-presidente norte-americano garantiu que o seu país vai cumprir o acordo migratório com a Austrália, classificado, em fevereiro, como “o pior entendimento de sempre” por Donald Trump.

De visita a Sydney, Mike Pence tentou acalmar a tensão com o país aliado, assegurando que Washington vai acolher os 1.250 refugiados provenientes dos centros de detenção australianos nas ilhas do Pacífico.

Uma decisão da anterior administração que, para Pence, é agora, o reflexo da importância da aliança histórica entre os EUA e a Austrália.

“O presidente Trump disse claramente que vai honrar o compromisso. Isto não quer dizer que apreciamos este acordo. Francamente, quando vemos o que fez a última administração compreendemos porque é que o presidente nunca se conteve sobre a frustração criada por outros acordos internacionais, nomeadamente o chamado acordo nuclear com o Irão”, afirmou Pence.

Uma mudança de atitude justificada também pelos desafios regionais à diplomacia norte-americana, quando Pence termina, na segunda-feira, no Havai, uma ronda de dez dias pela zona Ásia-Pacífico.

Pence e o primeiro-ministro australiano, Malcolm Turnbull, discutiram ainda a crise na Coreia do Norte, apelando à China para obter uma solução pacífica face a uma corrida às armas, “inaceitável” para os dois dirigentes.

Washington mantém no entanto a mobilização do porta-aviões USS Carl Vinson que, depois de exercícios militares na Austrália, deverá alcançar, até ao final do mês, as águas territoriais coreanas.

A situação no Mar do Sul da China e o reforço das relações comerciais bilaterais, estiveram ainda na agenda do encontro.