Última hora

Em leitura:

Alemanha: Partido de extrema direita aprova programa e candidatos para as eleições federais


mundo

Alemanha: Partido de extrema direita aprova programa e candidatos para as eleições federais

O partido de extrema-direita Alternativa para Alemanha aprovou em congresso o programa eleitoral para as próximas eleições federais de setembro. Com 92% dos votos dos delegados reunidos em Colónia, o AfD decidiu ainda apoiar, por maioria, uma dupla de candidatos que vai encabeçar a lista do partido às eleições: o veterano vice-presidente Alexander Gauland e a jovem assessora empresarial Alice Weidel.

No discurso de consagração, Weidel garantiu que “a AfD vai conseguir entrar nos parlamentos regionais nas eleições de maio e depois vai brilhar nas eleições nacionais”.

O novo programa eleitoral inclui frases como “o islão não faz parte da Alemanha” e defende o encerramento das fronteiras à imigração.

Entretanto, a ainda colíder do partido, Frauke Petry, que na semana passada anunciou que não ia liderar o AfD nas eleições, defendeu que “a Alemanha e França são os únicos países capazes de mudar o rumo da União Europa”.

Recorde-se que os delegados recusaram votar a moção de Frauke Petry que tinha como objetivo mudar o discurso xenófobo, anti-imigração e anti-islão do partido.

Entretanto, fora do congresso do AfD, durante o fim-de-semana houve manifestações contra os movimentos de extrema direita. Este domingo não foram registados confrontos com as autoridades, como tinha acontecido no sábado.