Última hora

Em leitura:

Presidenciais França: Quase todo o mundo aplaudiu vitória de Macron


França

Presidenciais França: Quase todo o mundo aplaudiu vitória de Macron

Hot Topic Saiba mais sobre Eleições presidenciais francesas 2017

As eleições francesas estão a romper com algumas tradições. Bruxelas deixou a imparcialidade e a neutralidade de lado e já mostrou que está ao lado de Emmanuel Macron para a segunda ronda das presidenciais. A responsável pela diplomacia europeia, Federica Mogherini, depois de terem sido divulgados os primeiros resultados, na rede social Twitter afirmou que “é bom ver as bandeiras da União Europeia e de França juntas” e felicitou Emmanuel Macron, dizendo que “é a esperança para uma geração”.

Também no Twitter, o porta-voz da Comissão Europeia Margaritis Schinas escreveu que o presidente Juncker deu os parabéns ao candidato centrista pelo resultado na primeira volta e desejou boa sorte para a segunda”.

De Bruxelas para Berlim, o porta-voz do governo de Angela Merkel escreveu no Twitter que “é bom que Emmanuel Macron tenha tido sucesso, com um programa para uma União Europeia e para um mercado económico e social fortes”. Steffen Seibert desejou ainda “boa sorte para as próximas duas semanas”.

Já em Moscovo tentou-se manter a neutralidade. O Kremlin anunciou que respeita o reusltado da primeira volta das presidenciais francesas e rejeitou qualquer apoio declarado a Marine Le Pen. Mas esta foi apenas a posição oficial: no Facebook, Konstantin Kosachev, líder da comissão de Assuntos Externos, da Câmara Baixa russa, escreveu que “as eleições em França lembram a luta entre Clinton e Trump nos Estados Unidos. É a mesma luta entre manter-se agarrado às velhas políticas, por um lado, e a esperança na mudança por outro. Como seria de esperar os derrotados já deram o apoio a Macron. Le Pen só pode contar com ela própria mas a esperança é a última a morrer…”

Dos Estados Unidos, Donald Trump, no Twitter disse apenas: “eleições muito interessantes em França”.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

França

França: Tensão no início da campanha para a segunda volta das presidenciais